TATUAGENS E PIERCINGS, O CRENTE PODE OU NÃO FAZER E USAR?

09/10/2012 09:33

 

Logo de início quero lembrar-lhes que faz algum tempo, que postei aqui no blog a matéria “Usos e costumes com seus mitos e verdades” (deixarei no final do artigo um link), então peço que os leitores deste artigo se puderem, dêem uma lida no que escrevi lá.

O que estarei postando aqui agora é parte, de uma resposta que dei em um comentário no referido artigo acima citada, apenas vou complementar.

“Em Levítico 19:28 a palavra de Deus nos proíbe de fazer marcas (tatuagens) pelos mortos, ou qualquer outra coisa, sendo assim, seria errado fazê-las. Alguns dizem que isto foi apenas no AT, e para o NT não vale mais, porém tanto a tatuagem como o piercing tem que ser algo que não lhe traz culpa na sua mente. Em Romanos 14:23, diz que se você faz algo sem fé, é pecado, ou seja, se sua mente te condena por algo, se você tem dúvida se é ou não pecado, NÃO O FAÇA e em I Coríntios 6:19-20 diz que somos templo de Deus, pertencemos a Ele, sendo assim, a marca que temos que ter é o ESPÍRITO SANTO, a marca da verdade, e não nos marcarmos com algo mundano que estará em nosso corpo até a morte. Pense: "Se você se casa com alguém, você aceitaria que este tatua-se o nome de outra pessoa?". Uma vez salvos, somos marcados com o sangue de Cristo, esta tem que ser sua tatuagem, a no espírito. Com relação ao piercing, desde que não seja algo extravagante, creio não haver problema (para mim piercing é como um brinco, mas não na orelha), porém como eu disse, se tens dúvida, e sua mente te condena, não faça.”

Esta foi uma resposta curtinha que dei para uma pergunta no comentário, mas quero acrescentar algo mais à ela.

A tatuagem (como respondi no comentário) é algo proibido com relação à memória de alguém que se foi, tanto a pintura definitiva como marcar o corpo com aquelas tatuagens que são feitas com cortes. Porém se você analisar a resposta dada, verás que a marca que devemos ter é a do ESPÍRITO SANTO. A bíblia fala que nosso corpo é o Templo do E.S., assim se você faz algo permanente, não natural, acaba por estar destruindo aquilo que Deus te deu, o seu corpo.

Pergunto-lhe, se você cortar seu braço não estará destruindo o seu corpo? Não seria algo irreversível? Da mesma maneira penso eu embasado nas minhas convicções filosóficas da bíblia com relação a tatuagem. Ela não é algo estético, o que ela traz é algo completamente não natural, chego a comparar a uma mutilação, pois onde existia pele, depois da tatuagem será algo que jamais alguém nasceria com ela. Antes que façam um paralelo disto que acabei de dizer com relação a cirurgia plástica, digo que a cirurgia plástica corrige deformidades, a tatuagem traz uma deformidade. Jamais (por exemplo) alguém nascerá com um dragão desenhado em suas costas ou com o nome “Jesus” escrito em seu ombro. O pior é que não tem jeito de tirar, mesmo que tentar tirar a base do lazer, sempre ficará a mancha da mutilação! E só para você saber, entre os judeus a proibição é tamanha, que se um se tatuar, lhe será proibido ser enterrado em um cemitério judeu! Por isto sou contra, minha opinião. Eu não indico e nunca faria uma, mas se isto não lhe pesa o coração, faça o que quiser, porém de tudo que falamos ou fazemos aqui na terra, daremos conta à Deus. Se alguém fizer não perderá sua salvação, mas trará sobre si a sina de desobediência as escrituras.

Piercing para mim é como um brinco (como dito na resposta). Se vermos o escrito de Gênesis 24:47, teremos a nítida imagem de Rebeca (que seria a futura esposa de Isaque) usando um piercing no nariz.

Assim como a maquiagem, o uso de pulseiras, um alisamento de cabelo ou mudança na cor dos mesmos, tanto o uso de brincos como piercing são estéticos e o principal, reversíveis.

Mas como também respondi, não pode ser algo exorbitante, exagerado. Tem pessoas possuem mais de 300 piercings pelo corpo e até em zonas particulares, trazendo mutilação e um desconforto terrível. Neste caso, seria um pecado de destruição do corpo, deformando aquilo que foi formado por Deus.

Com isto então posso lhe dizer que ao uso de piercing de forma moderada e normal, nada tenho contra e olha que nunca tive vontade de por um e nem acho bonito, mas não posso dizer que é errado, pois a bíblia mesmo não testifica contra.

Concluindo, quero deixar mais uma vez o que disse na parte final da resposta que dei: “Em Romanos 14:23, diz que se você faz algo sem fé, é pecado, ou seja, se sua mente te condena por algo, se você tem dúvida se é ou não pecado, NÃO O FAÇA e como eu disse, se tens dúvida, e sua mente te condena, não faça.”

No mais, que Deus lhe abençoe e traga sempre a luz da sua palavra para não andar com o peso do erro no seu espírito.

—————

Voltar