Moisés o Líder Hiperatarefado!

28/09/2016 09:44

Às vezes, estar atarefado não quer dizer que o homem está cumprindo seus afazeres com sabedoria ou agradando a Deus. O bom líder é aquele que distribui bem as tarefas para que outros o ajudem. Não possui todos os dons nem toda a capacitação necessária. A distribuição de dons dá-se exatamente para “edificação do povo” e é dado segundo a vontade do Espírito Santo.

Moisés fora um grande líder. Sua falha não implica em falta de preparo. Ele foi criado como príncipe egípcio, esteve no palácio por muitos anos e, portanto, preparado nas melhores faculdades do Egito. Ao que parece era excesso de zelo pela função para a qual fora escolhido.

Mas Moisés tinha um sogro observador e sábio. Jetro, nome que significa “a sua excelência”, fora visitar o genro e, vendo-o à beira de um stress, em função da multiplicidade de suas tarefas, dá-lhe um sábio conselho, Êxodo 18: 19-22. Moisés considerou sábia a perspicácia de Jetro e aderiu ao princípio de distribuir responsabilidades. Vejamos em quadros essa questão:

 

1º Quadro: Ensino

O ensino cabia a Moisés: “E declara-lhes os estatutos e as leis, e faze-lhes saber o caminho em que devem andar, e a obra que devem fazer”.

O começo de toda a administração que deveria executar passava por este ponto: ensino. Ensino esse que cabia ao pastor Moisés. Ensinar os estatutos e as leis, bem como ensinar o caminho e a obra a realizar.

Deveria treinar outros líderes, subentenda-se: o ensino coletivo haveria de despertar pessoas qualificadas dentre o povo para auxiliá-lo em tarefas específicas.

 

2º Quadro: Homens Capazes

No segundo quadro, temos as qualidades indispensáveis a serem observadas na seleção de líderes entre o povo escolhido de Deus.

A primeira característica exigida foi: “homens capazes”, e a capacidade inicial seria vista através do aprendizado que teriam de demonstrar, assimilando o ensino coletivo que Moisés dedicara a todo o Israel. Só os que são aptos a aprender terão algo para ensinar, não é assim que diz o ditado: todo bom professor já foi um bom aluno?

Essa capacidade inicial seria seguida imediatamente pela segunda, que é a humildade, virtude que se faz necessária para o aprendizado. Quem pode ser líder sem humildade? Moisés demonstrara, de imediato, que possuía essa capacidade de aprendizado, de humildade e mansidão, Nm 12: 3.

 

3º Quadro: Homens Tementes a Deus

Agora temos uma virtude fundamental para que o servo de Deus seja, verdadeiramente, um líder: tementes a Deus!

Quantos homens têm tentado ser líder entre o rebanho de Deus sem essa qualidade! Lamentável! Vê-se através de arrogâncias e desmedidas atitudes que desconhecem o que significa temer a Deus.

Um homem que não teme a Deus não pode, jamais, ocupar lugar de liderança na igreja do Senhor Jesus Cristo! Talvez seja preciso criar um teste para identificar quem é o homem que teme a Deus.

Lembremo-nos de que “o temor do Senhor é o princípio da sabedoria”, Pv 1: 7, e olha que se faz necessário que o líder seja sábio para se conduzir entre o povo de Deus, bem como conduzir esse povo, Jeremias 3: 15.

 

4º Quadro: Verdade

Nesse quadro pinta-se a verdade. É a qualidade que anda sumida entre muitos líderes, mas muitos mesmo.

Homens de verdade, Salmo 15: 4b; homem do tipo que, quando empenha sua palavra, cumpre-a, custe o que custar.

Mas também que sejam homens da verdade. O Senhor Jesus enfatiza a necessidade de sempre se dizer só a verdade, declarando que a mentira é do diabo, João 8: 44. Mesmo sabendo disso, muitos, às vezes, trocam o nome da mentira para suavizar o pecado. Mentira é e sempre será mentira! Assim como não existe pecado e pecadinho, a mentira, em qualquer proporção, ou com que nome vier, será sempre do diabo e levará seu usuário ao inferno.

Como homens da verdade, pensemos também em ser homens pregadores somente da verdade, absoluta verdade, que é Cristo o Senhor, João 14: 6; João 8: 32.

Gosto de ser Presbiteriano Renovado, pois vejo nela uma igreja da palavra, ou seja, da verdade, segundo João 17: 17. Nessa qualidade, apesar de muitos inventarem liturgias e pregações incompatíveis com essa qualidade presbiteriana renovada, a IPRB é a melhor igreja que existe para mim.

 

5º Quadro: Aborreçam a Avareza

Nesta última tela, vemos a seguinte exigência: “que aborreçam a avareza”.

Avareza significa apego sórdido ao dinheiro, ou seja, a tudo que o dinheiro pode comprar, alimentando, assim, a luxúria ou a concupiscência dos olhos e prestando culto a Mamon.

O avarento é o indivíduo que não herda o reino de Deus; então, como tê-lo com o líder para o rebanho de Deus?

O apóstolo Paulo disse aos Efésios que tal tipo de pessoa que vivencia essa insanidade nem sequer fosse nomeada entre eles, 5: 3. E em Colossenses 3: 5, ele a denomina de idolatria. Já o apóstolo Pedro chama os que assim vivem de “filhos da maldição”, 2Pd 2: 14.

 

Considerações Finais

Todos os dias deve o líder fazer um exame introspectivo à luz da Palavra de Deus, a fim de avaliar sua vida, se está preenchendo as qualidades necessárias para desenvolver bem seu trabalho. Podemos não ser bem vistos pelos homens e até fracassar, segundo a visão dos tais, mas nosso alvo é bem mais sublime, 2Tm 2: 4b; 1Pd 2: 9a. Encerro estas considerações com o texto do profeta Isaías: “O caminho do justo é todo plano: tu retamente pesas o andar do justo”, Is 26: 7.

—————

Voltar