E A GENTE CONTINUA FINGINDO QUE NÃO SABE

19/09/2012 13:55

 

Eu já escrevi várias matérias sobre o tema do “Mau caratismo”. Em uma delas argumentei que, em toda a história, o homem sempre se preocupou em buscar curas para vários males: Tuberculose, febre amarela, diarréia, paralisia infantil, tifo, câncer, aids... enfim, uma série de pragas que fazem terríveis males a ele, mas nunca, em momento algum, se viu qualquer esforço em combater ou, ao menos, se prevenir contra um dos terríveis males que tanto o prejudica: O mau caratismo.

Procuremos observar bem, para ver se conseguimos encontrar alguma iniciativa contra o mau caratismo. Não vamos encontrar. Em escolas de primeiro ou de segundo grau, bem como nas universidades, ninguém ensina as pessoas a se prevenirem contra o mau caratismo. Há campanhas contra o alcoolismo, contra o tabagismo e contra tudo. Agora mesmo o governo do Estado de São Paulo, em acertada atitude, proibiu e está fiscalizando, com rigor, o fumo em restaurantes e em vários lugares públicos.

Na televisão há campanhas contra todos os males, nas revistas também.

Mas, pelo amor de Deus, por que ninguém faz a menor referência à praga do mau caratismo?

Todos nós sabemos que ele existe, milhões e milhões de pessoas assistem televisão, todos os dias, e vêem ele ser praticado nas novelas e nos filmes, mas parece que todo mundo finge que não vê.

Casos como o da Ivone, da novela "Caminho das Índias", já aconteceram inúmeros e acontecem, na nossa cara.

Eu tenho certeza, absoluta, de que você, que está lendo este e-mail, já foi vítima do mau caratismo de alguém ou talvez esteja sendo vítima hoje mesmo. Eu não apenas acho, eu tenho certeza. Tudo indica que a sua mãe e o seu pai também foram, em alguma época. Se você tiver filhos, eles também, provavelmente.

E por que ninguém faz nada contra ele?

Não se vê a questão do mau caratismo ser debatida em congressos, em fóruns, em seminários e em evento nenhum.

Por que será?

Será que todos nós temos algum coeficiente de masoquismo para continuar a sofrer, por conta desta praga, sem esboçar qualquer reação em combatê-la?

Em quase todas as empresa existe um ou alguns funcionários que são mau caráter, invejosos, chantagistas, traiçoeiros, desonestos e que, quando podem, fazem de tudo para derrubar alguém, prejudicar alguém, difamar colegas para tomar o seu posto, fazer sabotagens, etc... e ninguém se dá conta dele.

A burrice das pessoas é tão grande, que determinados diretores e gerentes de empresas ainda demitem funcionários excelentes, com históricos de vida da mais alta dignidade, porque em algum momento foram acusados de alguma prática imoral ou desonesta, sem levarem em conta a possibilidade deles terem sido sabotados por algum mau caráter ou pelo delito ter sido mentalizado e fabricado por alguém.

Em absoluta burrice, delegados de polícia prendem e juízes de direito ainda condenam pessoas que são acusadas de tráfico de drogas, mesmo conhecendo a manjadíssima prática de policiais, ou não policiais, colocarem drogas nos bolsos dos outros ou dentro dos carros de pessoas as quais querem prejudicar. E ninguém fala nada.

Inúmeras você já viu, em novelas e em filmes, aqueles casos de um mau caráter que pega um objeto de alguma pessoa, ou da empresa, e colocam dentro da bolsa de alguém, de repente é dado o alarme, chama-se a polícia, há uma revista geral e logo levam a pessoa para a cadeia, além de ser demitida por justa causa, e todo mundo finge que não sabe que esse tipo de safadeza existe.

Por que as pessoas são tão burras, desse jeito?

E os flagrantes que são produzidos, pelas mentes doentias?

Aquele caso de contratarem alguém para dar em cima do homem ou da mulher fiel, fazendo de tudo para envolvê-lo em sedução, tentando-o de todas as formas, com todas as estratégias e toda teatralização, sempre com uma câmera à distância, com objetivo único de acabar com um relacionamento?

E o idiota e imbecil do cônjuge ainda acredita!!!!! Mesmo conhecendo a dignidade do(a) parceiro(a), muitas vezes há muitos anos de convivência, entra em profundo estado de decepção, angustia-se, envolve-se em raiva e não dá a menor chance de defesa ao acusado! Existe postura mais imbecil do que esta?

Namorados, principalmente adolescentes, terminam relacionamentos e sofrem por causa disto, mas não dão a menor chance ao outro de se defender. Muitas vezes, ingenuamente, um foi vítima de alguma safadeza de alguém, mas a burrice do outro não dá tempo para pensar nisto.

Quantas pessoas dignas foram afastadas de direções de colégios, médicos dignos afastados da direção de hospitais, homens dignos afastados de gerências ou diretorias de empresas, militares dignos presos, restaurantes dignos e higiênicos difamados... por conta do mau caratismo de alguém? O pior é que não foram não, continuam sendo!!!!!

Como é que nós humanos podemos ser tão burros desse jeito?

Há dois mil anos, interesses de políticos e de religiosos, incomodados com a superioridade do maior homem que já pisou na Terra, promoveram um processo de difamação e acusações infundadas contra ele, que foi julgado e condenado à morte, baixaram-lhe a porrada, torturaram-lhe e terminaram levando-o à cruz, e tudo ficou por isto mesmo. Depois inventaram que ele, provavelmente em instinto suicida, se deixou matar, sob a argumentação de querer salvar uma humanidade irresponsável, que hoje continua fazendo exatamente as mesmas safadezas e sem-vergonhices que fazia antes dele ser assassinado.

Como tem gente que nos faz de besta, hem? E nós continuamos indo na onda.

O mau caratismo político promove todo tipo de cachorrada, safadeza do mais elevado grau, enriquecimento ilícito comprovado e escancarado, na cara de todos os habitantes dos municípios e dos estados, e o povo continua a votar nos mesmos canalhas.

A demagogia explícita dos partidos políticos, com essa onda de “tudo pelo trabalhador”, “coitado do trabalhador”, “o trabalhador e vítima”... engana todo mundo, passando a impressão de que todo mundo é de fato trabalhador, quando na verdade o que o brasileiro que é emprego, e não trabalho. E todo mundo vai na onda.

Você já reparou, na lista dos partidos políticos brasileiros, que a maioria deles sempre tem a palavra “trabalhador”, “trabalhista”, “trabalho”, etc...?

Aproveitam-se do atrofiamento mental da maioria dos brasileiros, sobretudo das camadas menos favorecidos, para, aplicarem os seus golpes e se beneficiarem, à custa do protecionismo e do “profundo amor ao povo”. Isto não é coisa de hoje não, acontece há séculos e séculos. E todo mundo vai na onda.

Tem gente, com poder de mando e decisão, que é comprada por algum interesse qualquer, para empurrar o seu produto e dificultar a entrada de outro, e ninguém percebe ou todo mundo finge que não sabe.

Isto acontece quando você chega em algum bar, restaurante, cantina, etc... deseja tomar um determinado refrigerante, nunca tem ele, porque lá só vende os refrigerantes de uma determinada marca. O mesmo acontece, com marcas de cervejas e de outros produtos. E você ainda vai na onda, e aceita aquele mesmo.

Eu não aceito. Saio do lugar e vou para outro.

Ano passado fui a um quiosque de praia, em Santos, com a minha família, comer um prato que eles preparam muito bem e que até já saiu no Fantástico. Uma delícia. Ao pedir o refrigerante que eu queria, para acompanhar o prato, disseram que não tinha, e que só vendiam um outro, mesmo assim em latinhas. Não pensei duas vezes: Enquanto eles preparavam o prato, sai, procurei outra barraca onde vendia o que eu queria, comprei, voltei e coloquei na mesa. Ficaram com raiva e disseram que aquilo não era permitido. Só que a comida já estava pronta. Aí eu disse: Ou eu como com o refrigerante que eu quero, ou cancele o pedido.

As pessoas precisam deixar de ser bestas, diante de certos abusos.

Por que eu teria que consumir um produto que eu não quero?

Só para praticar a humildade de fachada, com aquele argumento idiota de que temos que tolerar tudo, para evitar confusões?

Há um mês, entrei só de cueca, na agência da Caixa Econômica Federal, da Rua Doutor Zuquim, em São Paulo, (eu mesmo, Alamar), depois de seis tentativas de passar naquela famigerada porta de banco e a mesma travar, naquele absurdo abuso que os bancos fazem com o cidadão comum. Engraçado que os assaltantes entram a hora que querem e não há porta nenhuma que os impeça.

O mau caratismo é algo que precisa ser combatido, sim. Sempre combatido, em todos os lugares, por todas as pessoas.

O filho, que começa a dar sinal de mau caratismo, deve ser combatido veementemente pelos pais, desde cedo, com todo rigor, para que comece logo a tomar vergonha na cara. Não tem esse negócio de ficar enganando a si mesmo com esse papo de “Ah, é a idade. Com o tempo isso passa”, porque mau caratismo não passa não, ele se agrava.

Atenção, Evangélicos: Observe, com cuidado, se a sua igreja não é conduzida por gente de mau caráter. Vou dar o exemplo: Quando um pastor exige que você freqüente somente a igreja dele e não permite que você visite outras, é sinal que a única preocupação dele é com o seu dízimo e as suas ofertas. Quando o pastor é decente, quando tem compromisso real com Jesus, (e não com JE$U$), ele não se importa que você visite outras igrejas, já que em todas elas, supõe-se, que a fonte de orientação é a mesma Bíblia e certamente o mesmo Jesus estará presente. Qual o mal teria em você visitar outras igrejas?

Atenção Estudantes: Se de repente aquela diretora maravilhosa, carinhosa e dedicada do seu colégio for afastada, criem caso, agitem e exijam explicações claras e convincentes dos motivos pelos quais ela foi afastada. Nada de intimidação.

Se um síndico de edifício começa a proibir que você coloque antena parabólica para ver canais gratuitos, sem nenhum argumento técnico ou de segurança, proibindo por proibir, procure saber se ele não foi “conversado” por empresa de tv por assinatura.

Temos que estar atentos a todos os casos.

Não podemos julgar pessoas famosas, com base no que dizem as revistas e a imprensa da fofoca. Todos temos que saber que, em todas as épocas da humanidade, todas as pessoas famosas que fizeram ou fazem sucesso de alguma forma, sempre foram difamadas por alguém, por conta da inveja.

O munícipe que deixa afastar um prefeito que sempre foi digno, que é honesto que não tem sinal nenhum de enriquecimento através de roubo do erário, é burrice. O político que é ladrão, todo mundo consegue ver, desde que tire a venda dos olhos, porque o gigantesco patrimônio acumulado por ele está na cara, à vista de todo mundo.

A Xuxa nunca fez pacto com satanás nenhum e nem vivia beliscando as crianças no seu programa. Isso é conversa fiada de gente muito perversa que gostaria de estar no lugar dela, mas nunca teve competência nem talento para produzir nada.

Quando começarem a mandar para você, imagens depreciativas à imagem do jogador Ronaldo, não dê a menor bola e jogue no lixo. É coisa de gente invejosa e incompetente que não se conforma em ver o sucesso dele que, inclusive, é idolatrado por uma nação inteira, chamada torcida corinthiana, por um Brasil todo e até no mundo inteiro. Veja na foto do lado direito, o motivo que incomoda a tanta gente.

Não dê bola para o mau caratismo, nunca.

Pelo mau caratismo, muitas coisas acontecem:

Mães fazem chantagens sentimentais com os filhos.

Pais fazem chantagem econômica com a família.

Marido faz chantagens e ameaças à esposa, toda a vizinhança e os parentes a vêem com a cara cheia da marcas de porrada, mas todo mundo finge que não vê, porque a covardia da sociedade recomenda que ninguém deve se envolver.

Filhos passam a ter raiva dos próprios pais, se pegando em um ou outro erro que porventura eles tenham cometido, fazendo de um simples erro um ato terrorista, esquecendo tudo de bom que eles fizeram durante toda a sua vida, inclusive a sua criação, muitas vezes dificultosa.

Artistas são difamados e suas carreiras interrompidas, a exemplo do que aconteceu com o Wilson Simonal. A inveja de muitos inventou que o Fank Sinatra era envolvido com a máfia e muita gente acreditou.

Pessoas são colocadas na geladeira e impedidas de desenvolverem suas atividades.

O Juiz honesto é afastado da vara onde está o processo contra um bandido rico e influente que, certamente, seria condenado.

Os juízes sem vergonha apressam o andamento dos processos de interesses dos bancos, em detrimento daqueles movidos pelo cidadão comum, que geralmente duram anos para serem julgados.

Fiscais de prefeituras, estado, previdência, ministério do trabalho, receita federal, etc... são extremamente rigorosos em relação a empresários pequenos, dignos e pacatos, porque esses, por serem dignos, não costumam ser corruptores.

Lutemos, todos, contra o mau caratismo, em toda a sua abrangência, a começar dentro da nossa própria casa e na empresa onde trabalhamos.

Aprendamos a identificar as atitudes e as pessoas de mau caráter. Toda pessoa fofoqueira é mau caráter; se fala dos outros pra gente, com certeza também fala da gente para os outros. Sejamos rigorosos em relação ao mau caratismo, em todas as suas vertentes.

Ou será que vamos continuar a fingir que ele não existe?

—————

Voltar