A HISTÓRIA DA BÍBLIA

25/10/2012 14:00

 

Introdução

Considere as seguintes perguntas: O que é a Bíblia? Porque e como devemos estudá-la? Como entendê-la? Estas perguntas ficam sem resposta para você? Então considere:

A Bíblia é a revelação de Deus ao homem e é através dela que o homem aproxima-se do seu Criador.

Para que possamos entende-la é necessário que conheçamos o Seu autor, crendo sem duvidar, com amor e prazer, aplicando o que lemos em nossas vidas.

Também entendê-la com ferramentas humanas não será possível.

Então, humildade e dependência são úteis e idéias pré-formadas só irá atrapalhar.

A História da Bíblia

A Bíblia foi escrita principalmente em papiro e pergaminho e em menor escala em placas de barro, pedra e outros materiais.

O formato era de dois tipos. O primeiro era o rolo onde a página era enrolado em um pedaço de madeira. O segundo era o códice, onde a página era furada em cima e amarradas umas as outras.

A língua original era o hebraico e o grego, com partes em aramaico.

A Bíblia foi escrita por cerca de quarenta escritores por um período de mil e seiscentos anos.

Hoje não existem mais os originais. O que temos são cópias, sendo as principais o Códice do Vaticano, o Códice Sinaticus e o Códice Alexandrinus.

As Famosas Traduções

Septuaginta: Tradução feita por setenta e dois sábios judeus na cidade de Alexandria, liderados por Demétrio Falário, a pedido de Ptolomeu Filadelfo em 285 a.C. Esta versão preparou o mundo para o Messias e era usada pela igreja primitiva.

Hexapla: Composta por Orígenes e continha o texto em colunas sendo uma de cada versão que a compunha: Septuaginta, três versões gregas, o texto hebraico e um grego

Vulgata: Feita por Jerônimo em 382 a.D. traduzindo o texto da Septuaginta para o latim. É a versão oficial da Igreja Católica.

Rei Tiago: É a preferida pelos ingleses

A Bíblia em português

A primeira versão foi feita por D. Diniz (1279 – 1325) e são dignas de nota a Almeida Revisada e Corrigida, a Almeida Revista e Atualizada, a Versão Contemporânea. A versão de Figueiredo é a preferida pelos católicos.

As edições Católico-Romanas diferem-se pelo acréscimo dos apócrifos e as diferenças em Salmos.

—————

Voltar